Ir para o conteúdo

Home Hub Glossário O que são Bitcoins e Satoshis?

O que são Bitcoins e Satoshis?

O que são Bitcoins e Satoshis? Existe alguma diferença? Como funcionam? Buscaremos esclarecer algumas dúvidas! Bitcoin é a criptomoeda mais popular do mundo. Atualmente, possui.

Posted setembro 18, 2021

Bitcoins e Satoshis
Bitcoins e Satoshis

O que são Bitcoins e Satoshis?

Existe alguma diferença?

Como funcionam?

Buscaremos esclarecer algumas dúvidas! Bitcoin é a criptomoeda mais popular do mundo. Atualmente, possui trilhões de reais alocados e as carteiras com quantias de Bitcoin não param de crescer. Além disso, podemos entender a escassez e fundamentos que fortalecem a confiança das pessoas em relação à valorização no longo prazo. Gostaria de entender o motivo que faz com que todos possam acumular frações de Bitcoin (satoshis) e como é possível negociar com segurança e facilidade?


Continue a leitura e conheça mais o potencial da criptomoeda e como obter seus primeiros satoshis na carteira!

O que é Bitcoin?

Representação ilustrativa da criptomoeda Bitcoin
Representação meramente ilustrativa.

A criptomoeda Bitcoin surgiu em outubro de 2008 e na mesma época da crise econômica dos Estados Unidos e declaração de falência do banco Lehman Brothers; a publicação do projeto é de autoria do misterioso Satoshi Nakamoto. Os estudos de Satoshi duraram muitos anos, ele ‘minerou’ o primeiro bloco do Bitcoin somente em janeiro de 2009 e realizou muitas pesquisas e discussões com outros especialistas em criptografia com o objetivo de chegar na melhor criação de uma moeda digital global criptografada e para pagamentos de pessoa para pessoa.


No primeiro bloco minerado por Satoshi Nakamoto, especificamente em 3 de Janeiro de 2009, ele deixou uma mensagem, que era o título do jornal The Times que dizia em tradução literal:


“Chanceler à beira de um segundo resgate aos bancos”.

The Times, 4 de janeiro de 2009.


Dessa maneira, Satoshis permitiu que todos pudessem participar (como minerador ou usuário) e colaborar para que a rede ficasse mais robusta e descentralizada. Além disso, o ecossistema do Bitcoin é de código aberto e possibilita que pessoas com poder computacional possam minerar (validar transações e confirmar contratos inteligentes) e receber recompensas pela resolução de cálculos matemáticos complexos.

Como funciona?


O sistema bancário funciona de maneira centralizada, controlado pelos governos ou instituições financeiras. Além disso, a diferença é que na verdade, o dinheiro fiduciário fica na posse dos bancos. No caso, os seus bitcoins ficam criptografados, funciona em uma rede descentralizada e imutável, obviamente, o ideal é possuir seus satoshis na carteira e guardar com segurança suas chaves privadas. Por isso, o mais importante de tudo é que com seus bitcoins você se torna seu próprio banco, e participa de uma nova economia baseada na confiança matemática e que devolve o poder econômico para a sociedade.


Sabendo disso, você pode ter certeza que todos podem adquirir conhecimento sobre o mercado de criptoativos e começar a negociar seus primeiros bitcoins e/ou satoshis (entenda a diferença no decorrer da leitura). Claramente, existem pessoas que ainda não compram bitcoins devido ao desconhecimento sobre a regulação no país, oposição dos bancos em relação às criptomoedas, inexperiência sobre como realizar a custódia com segurança ou dificuldades com usabilidade e conversibilidade.


Devemos esclarecer que todos podem conquistar seus primeiros bitcoins, seja negociando eles (em corretoras como a Easy Crypto por exemplo) ou trabalhando em troca de frações pequenas, comumente chamadas de satoshis (em homenagem ao criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto). Compreender o motivo da tecnologia existir ajuda e está mudando a maneira das pessoas lidarem com dinheiro. Entenda como a divisibilidade do Bitcoin contribui para que todos possam comprar suas primeiras frações – conhecidos como satoshis.

A Divisibilidade do Bitcoin

O que são bitcoins? O que são satoshis?

Primeira dica: As regras do projeto já foram estabelecidas previamente no código fonte. Obviamente, a ideia de um dinheiro livre, de código aberto e de pessoa para pessoa é que seja disponível e simples para todos. Por isso, sua divisibilidade em oito (8) casas decimais, para que as pessoas possam negociar frações e obter seus primeiros ‘satoshis’ com pouco dinheiro, afinal, uma nova economia global baseada em matemática e computação distribuída precisava se tornar cada vez mais inclusiva, assim como a internet.

Na imagem abaixo, colocamos um exemplo. Veja como funciona a divisão de satoshis e/ou bitcoins:

satoshis e bitcoins - divisibilidade do Bitcoin
Divisibilidade do Bitcoin e suas 8 casas decimais.

Precificação das criptomoedas

Devido à escassez e volatilidade, seus bitcoins podem ter um preço variável e são precificados de acordo com a lei da oferta e demanda. Dessa forma, algumas pessoas podem encontrar preços diferentes dependendo da corretora ou pessoa que for negociar seus primeiros bitcoins. Outras pessoas, muitas vezes não entendem que existem soluções especificas para pagamento ou negociação com taxas mais justas e simples para qualquer pessoa.

Por isso, vale a pena realizar uma pesquisa elaborada (considerando as taxas de rede e taxas de corretagem). Jamais esqueça que Bitcoin permite que todos sejam verdadeiramente donos dos seus fundos. Não deixe a custódia das suas criptomoedas com outras pessoas. Lembre-se que valor é diferente de preço e você deve tomar decisões assertivas, com base em fundamentos e conhecimento gráfico/estatístico e sabendo dos riscos. Aprenda mais conosco!

Diferença entre bitcoins e satoshis

Atualmente, as pessoas ainda possuem dúvidas se é possível comprar frações de Bitcoin (ou satoshis). A nomenclatura ‘Satoshi’ foi cunhada pela comunidade on-line de entusiastas que perceberam que pequenas frações levariam o nome de seu criador como homenagem, afirmando ainda mais a divisibilidade e força da criptomoeda.

Em relação à expressão ‘Bitcoins’, ela está relacionada a 1 BTC ou mais. Por exemplo: Michael Saylor da Microstrategy comprou 400 bitcoins ou 400.000000 BTC. Assim, acreditamos que fica bastante fácil compreender que é possível começar acumulando aos poucos e criando a sua estratégia e portfólio de acordo com suas limitações e recursos.

Além disso, outro ponto importante, em relação à precificação dos seus bitcoins e/ou satoshis. A recomendação chave é buscar conhecimento, pesquisar bastante e esclarecer suas dúvidas com pessoas de confiança e que realizam um trabalho sério. Saiba que é importante buscar obter conhecimento constante sobre o mercado. O entendimento contribui para que haja assertividade, sabendo sobre os custos (operacionais, técnicos e computacionais, por exemplo) para que seus bitcoins cheguem perfeitamente na sua carteira em poucos minutos.

Como transacionar satoshis?

As maneiras de transacionar criptomoedas estão melhorando gradativamente. Atualmente, a solução de segunda camada chamada Lighting Network possibilita transacionar seus satoshis (frações pequenas de Bitcoin) com total agilidade, segurança, transparência e baixo custo. Antes de tudo, devemos salientar que a primeira camada (mainnet) da rede blockchain do Bitcoin funciona com as taxas de rede (que podem ser escolhidas dependendo do modelo da carteira) definidas em consenso pelos mineradores.

Podemos citar como exemplo o caso de El Salvador, que adotou o Bitcoin como moeda de curso legal no país e educou a população sobre como usar bitcoins e/ou satoshis na rede Lighting Network como taxas que chegam a centavos e contribuírem imensamente para a usabilidade da criptomoeda.


Rede principal e soluções de segunda camada

Mainnet (rede principal)

A rede principal é chamada de Mainnet que funciona na primeira camada da blockchain do Bitcoin. Assim, diferente de uma rede testnet ou de segunda camada, ela armazena a maioria das transações e contratos inteligentes registrados. Por isso, as transações que ocorrem na rede principal são pseudoanônimas e podem ser verificadas em qualquer explorador de transações em blockchain.

Lighting Network  (rede de segunda camada)

Todavia, a solução de segunda camada da rede do Bitcoin resolveu os problemas de escalabilidade da criptomoeda. Ela funciona perfeitamente para microtransações e com uma velocidade extremamente rápida. Contudo, na rede Lighting Network, você pode pagar um café com Bitcoin.

Em suma, a rede Lightning é basicamente um canal de pagamento que transmite uma transação com o resultado final sem realizar uma transação convencional na blockchain.

Dessa maneira, no caso da Lighting Network (solução de segunda camada) é diferente devido a não precisar passar por todos os processos complexos que acontecem em uma transação convencional de Bitcoin na rede principal.

O que podemos aprender com isso?

Assim, o Bitcoin nos faz entender que uma comunidade ativa e livre possibilita que avanços tecnológicos e sociais atinjam uma escala global e poderosa. Com o surgimento da invenção mais disruptiva do século, compreendemos que as moedas fiduciárias estão perdendo relevância. Você deve estar imaginando como um gênio como Satoshi pôde mostrar que bitcoins na carteira são a melhor opção para proteger patrimônios, mas algumas pessoas não enxergam o potencial incrível da criptomoeda.

Portanto, alguns fatores podem influenciar as pessoas a não entenderem com clareza ou desconfiarem do propósito do Bitcoin. Se você compreendeu os fundamentos e analisou cuidadosamente os gráficos percebe os avanços da nova economia baseada na matemática e tecnologia.

Conclusão

Em síntese, podemos concluir que Satoshi Nakamoto criou a tecnologia do Bitcoin como uma forma de protesto como resposta a impressão desenfreada de papel moeda pelos Bancos Centrais, que consequentemente, provocam inflação e pobreza. Concluindo, a moeda digital mais popular do mundo é para todos e você pode começar a entender profundamente as características que fazem do Bitcoin uma das criptomoedas mais populares do mundo, ultrapassando centenas de milhares de usuários.

  • Moeda digital – funciona digitalmente e está na blockchain mesmo que suas chaves estejam off-line.
  • Independente – não tem uma instituição por trás, não necessita de governos ou bancos centrais para emitirem ou controlarem.
  • Sem intermediários – não precisa de intermediários para funcionar e pode ser transacionada livremente para qualquer lugar (desde milhões ou centavos).
  • Baseada na matemática – a computação distribuída e matemática permitem que novas moedas sejam criadas e que não haja duplicidades ou erros.
  • Criptografia – esta tecnologia possibilita que haja mais segurança, autenticidade, privacidade e integridade.
  • 21 milhões de unidades – a escassez da criptomoeda descentralizada nos permite entender o que o futuro nos espera em relação ao futuro.

——————————————————————-

Gostou de aprender conosco?

Siga a Easy Crypto Brasil nas redes sociais.

Instagram | Facebook Twitter | Linkedin

Make sure to subscribe to our newsletter below to have the latest crypto insights, news and updates delivered to your inbox.

Don’t forget to follow our Twitter and Instagram for the latest crypto trends!

Last updated novembro 24, 2021

Get the latest updates on your email

Easy Crypto
Role para cima